segunda-feira, 5 de maio de 2008

"Promessa

Tudo farei amanhã
que hoje não fiz
o risco da coisa chã
e ser feliz

Tudo faria mañana
que hoje não faço
se não fosse tão banana
tão preso ao laço"

Jorge de Souza Araujo.



Livro de vestibular tem dessas surpresas: Uns são sisudos, angulosos, outros, leves, divertidos, encantadores. Pelo Manoel me apaixonei, com o Érico simpatizei e, com o Jorge, dei apenas um sorriso meio cúmplice. Acho que nele tem muito do antigo de mim.

*Manoel Bandeira, Érico Veríssimo, Jorge de Souza Araújo.

3 comentários:

Bruno disse...

Quando fiz vestibular, não tinha coisas legais assim...

Banana disse...

comentando o comentário do Bruno: nem eu! se bem que prestarei de novo esse ano, mas uma faculdade que, se tiver que ler a prova, já vai ser demais... :)

además: gostei de tudo no seu blog, as cores, as fotos do lado (que um dia eu coloquei num layout meu, tirei por preguiça, e depois de vê-las aqui, to pensando em voltar), os textos... tudo. Ainda não acredito que vc tem a mesma idade do meu irmão, que de poesia, quando muito consegue recitar as letras do Ozzy!

voltarei :)

Cissa disse...

acho que o vestibular da UnB é o único que não cobra livros específicos. Só no PAS mesmo. [Programa de Avaliação Seriada - prova durante o 2º grau.]

eu não tive que me preocupar com livros legais - ou não - nessa época. eu estudava era física mesmo. rs...