sábado, 16 de junho de 2007

DESASTRE.CALAMIDADE.CAOS.

Não, calma, o Brasil não vai ser atacado por uma horda de bárbaros - se é que elas ainda existem - ou por furacões.Sou só eu, na cozinha.

Tá, eu sei que o microondas daqui nem fica na cozinha, mas, pow, que seja.

Então.Eu estava acabando de acordar do meu sono vespertino - não leve a mal, não é que eu seja do tipinho que faz "sono da beleza".Eu só cai no sono em quanto lia sobre o reino Protoctista.Ah, não se preocupe, eu não sonhei com protozoários correndo por aí com relógios, ou Algas gigantes que me perseguissem, sabe, bem ao estilo "alice no país das maravilhas". Acho que eu tava meio cansada para isso.E, só para acrescentar informação, eu adormeci com os ruídos de alguma festa de são joão por aí.É mágico quando se é criança e se vai para essas coisas. - e estava realmente com fome.Decidi fazer pipoca, já que a dispensa 'tá meio "pobre", lembrei do milho para pipoca.Mas pipoca para microondas, veja bem.

Acostumada a ser um desastre na cozinha - ah, qual é?Não é à toa que meu brigadeiro empolota (veja bem, até meu brigadeiro.Brigadeiro.Supõe-se que todo brasileiro que goste de doce saiba fazer um brigadeiro decente.É como samba e brasileiro que gosta de carnaval.Inglês e pontualidade para tomar chá.Ou texano e falar rápido.Ou Australiano e "mate".Supõe-se! - vai eu, temorosamente, ler as instruções do saco da pipoca. 2 a 5 minutos, diz aquele *&(¨% #@ )@¨.

Bip Bip Bip.5 minutos.

"Ah, dois segundos entre os estouros.hora de desligar!!" "opa!fumaça.Não acredito que eu consegui queimar a pipoca TAMBÈM.Merda, merda, merda." - é que eu já passei por experiências "fumacentas" com o microondas.Poxa, parecia o jeito mais prático de fazer aqueles nuggets! - Wow! pipoca tão queimada que estava preta.Por incrível que pareça eu não Xinguei!Deve ter sido o calor depressivo da situação.Ao invés de sair por aí dizendo palavras feias, eu subi na escada, peguei o outro pacote de pipoca - sabor bacon - e coloquei no microondas.Milagrosamente o botão "pipoca" apareceu na minha frente - o que é bem difícil, já que o microondas da minha casa, além de ficar no corredor, fica acima das cabeças - Exceto se você for o Hugo.Mas eu tenho certeza que o hugo nunca vai a) tentar fazer pipoca no meu microondas b) ler esse post - intervenção rápida da minha voz na cabeça, mas conhecida como alter-ego: Any, ninguém que não é da sua sala sabe quem é Hugo. ah!, verdade.O Hugo é meu colega de quase dois metros.Substituam Hugo por Oscar ou aquele cara do vôlei super alto que o nome começa com G mas eu não lembro.

Só que, ao invés de fazer como a Marta Suplicy falou, eu fiquei preocupada em Não queimar o último saco de pipoca, daí eu fui e desliguei antes do tempo.O que aconteceu?

Não,seu tapado.O mamute não morreu, porque eu não tô falando dele.

Eu só estourei um quarto do milho para pipoca.

Dois sacos de pipocas para microondas jogados fora.E o pior é que o cheiro de queimado da primeira IMPREGNOU na minha mão.

E como minha miséria, como pobre, nunca é pouca,não havia mais leite condensado, para eu afogar minhas mágoas - leite condensado e nescau, mas longe do fogo, pelo amor de deus.Desastre, lembra? - nem sucrilhos - acabei com tudo às 3 da tarde - a única coisa que me restou foi comer pão de mel com-quinze-dias-para-vencer, enquanto esperava o computador ligar.





PQP, eu nem gosto de pão de mel.

Um comentário:

Kass disse...

eh, vc eh uma mula u.u